Visualizações de página do mês passado

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

O Poder da Mídia na Formação da Opinião Pública – Aceitamos tudo o que vemos?




Caros leitores,

Diferentemente de todos os artigos que costumo publicar neste blog onde prego pela opinião marcante, este artigo terá um novo objetivo, fazer com que você pense e crie sua própria opinião a respeito de uma questão polemica e que a cada dia vem ganhando mais espaço nas discussões sobre comunicação: O papel da mídia na formação da chamada “Opinião Pública”. Afinal de contas, será que os veículos de comunicação que na maioria das vezes precisaria ser isento de opinião consegue ser neutro durante a veiculação de uma matéria? Será que inconscientemente não recebemos uma mensagem que nos leva a criar uma opinião conforme o interesse de grande fatia da mídia? Enfim, será que aceitamos tudo o que vemos? Pois bem, este artigo não tem como objetivo responder a todas estas questões, mas sim fazer com que todos pensemos e construamos nossa própria opinião a respeito.

O que me motivou a escrever este artigo é o fato de perceber que atualmente a sociedade tem sido amplamente impactada por mensagens e opiniões prontas da mídia que automaticamente nos induzem a tomar partido de alguma situação, seja ela a favor ou contra. Claro que não há nada de errado em opinar e motivar o leitor a se posicionar quanto a algum assunto, porém, infelizmente tenho visto que muitas pessoas acabam formando uma opinião antes mesmo de saber o conteúdo da questão, levando em consideração apenas os comentários ou posicionamento final que a mídia lhe apresenta. Nos últimos meses tenho visto vários exemplos deste cenário nos mais diversos segmentos da sociedade, crimes, tragédias, entretenimento, reality shows, celebridades, etc. A questão não é apenas o que a mídia considera como bom ou ruim, certo ou errado, mas sim a forma como esta “opinião” é imposta perante a sociedade, fazendo com que apenas um forma de pensamento seja entendida como a ideal, e as demais acabem sendo descartadas sofrendo preconceitos e discriminação. 

Mais do que pensar na forma com que a mídia impõem seus posicionamentos, acredito que devemos pensar em como filtramos as informações que recebemos, ou seja, nem tudo que vemos ou lemos  nos veículos de comunicação deve ser entendido como verdade suprema. É preciso que tenhamos um perfil mais questionador, sempre buscando novas perguntas a fim de novas respostas que nos levem a pontos ainda não abertos sobre a questão. Antes de construir uma opinião a respeito de determinado assunto, ou ainda, antes de emitir sua opinião sobre determinado assunto, é válido que busquemos novos pontos de vista sobre a questão. Por exemplo, quando vamos realizar a compra de algum eletrodoméstico é costumeiro fazer uma pesquisa por diversas lojas a fim de encontrarmos o melhor produto pelo melhor preço, pois bem, com a opinião deve ser igual, antes de construir sua opinião é preciso avaliar todos os lados da questão, entendendo as polemicas, análises, situações, etc. Somente desta forma será possível elaborar uma opinião embasada e que não dê espaço para futuros questionamentos a respeito do valor de seu comentário. É óbvio que nem sempre nossa opinião será aceita, pois é fato que em uma democracia consolidada como a que vivemos o espaço é livre para argumentações e opiniões divergentes, porém, o que devemos almejar é que nossa opinião seja respeitada tendo como base nosso conhecimento e preparo para discutir a respeito de determinada questão. 

Voltando a falar do papel da mídia na construção da “Opinião Pública”, o surgimento e principalmente a forte presença das Redes Sociais em nosso cotidiano é sem duvidas um divisor de águas neste cenário. Através destes Veículos de Comunicação da Era Moderna todos podemos tornar pública nossa opinião sobre determinado assunto, fazendo o que antes era possível apenas por veículos de comunicação convencionais e profissionais gabaritados.  A partir da revolução das Redes Sociais nós mesmos podemos expor nossos pensamentos, desejos, opiniões, argumentos e criticas sobre assuntos, empresas, pessoas, etc. Não é mais preciso passar por um intermediário de comunicação para ter sua opinião exposta, agora é tudo em tempo real, seja para o bem ou para o mal. Com este cenário a mídia ganhou mais uma forma relevante para a construção da “Opinião Publica”, sendo as Redes Sociais ponto de enorme influencia para a sociedade nos dias de hoje, visto que muitas pessoas concentram nestes canais as principais formas de contato a informações e conteúdos, sendo inclusive uma das formas mais frequentes para consulta sobre produtos e serviços.

Com as Redes Sociais a “Opinião Pública” começou a ser construída não apenas pelo posicionamento e argumentos de profissionais especializados da mídia, mas principalmente por pessoas comuns, que veem nestes canais uma forma de expor seus pontos de vista e de uma maneira relevante ajudar na construção da opinião de toda a sociedade. Não resta duvidas de que as Redes Sociais revolucionaram a forma como a opinião é formada.

Neste artigo não estou dizendo que não devemos dar ouvidos a opinião que é construída por alguns veículos de comunicação, mas sim que é preciso avaliar com critério tudo aquilo de informações com que temos contato, entendendo onde estão os equívocos, a super exposição, e até mesmo o jornalismo que explora a dor e sofrimento de pessoas em determinadas situações. Definitivamente não podemos aceitar goela abaixo tudo aquilo que lemos ou assistimos, a análise e critério pessoal são as únicas ferramentas que temos pra não comprarmos uma briga sem nem ao menos saber por que e com quem esta acontecendo.

Vale ressaltar que existem profissionais e veículos de comunicação especializados na formação de opinião, onde os mesmo não podem ser neutros e imparciais como os demais veículos, porém, mesmo nestes casos vale a pena utilizar critério antes de se posicionar a favor ou contra determinado tema. E claro, mantenha a mente aberta para quebrar paradigmas e preconceitos sabendo que até mesmo uma opinião profissional pode ser mudada. 

Espero que este artigo possa fazer com que você, caro leitor, pense com mais carinho, atenção e critério sobre tudo que você tem construído de opinião. Este blog continuará a expor nossa opinião a respeito dos temas que entendemos como relevantes para seu conhecimento.

Lembre-se: Não tenha como objetivo que todos abracem sua opinião, mas sim que ela sempre seja respeitada.

Um grande abraço e boa sorte!




E-mail / Skype: leandro.2ts@hotmail.com
Twitter: @leo2ts

#2TS
 “Os Sonhos nos Motivam, mas são as Idéias que nos Movem”
Deixe seu comentário a respeito do post publicado, sua opinião é muito importante para oferecermos um conteúdo com cada vez mais qualidade e relevância ao seu dia a dia.