Visualizações de página do mês passado

quarta-feira, 5 de junho de 2013

Dica de Filme: Amor por Contrato! O Marketing do Status e da Inveja










Caro leitor, 


Até que ponto a inveja e a busca pelo status devem ser utilizados como uma estratégia de marketing para conquistar vendas e fidelizar clientes? Esta é uma pergunta que inicialmente podemos adotar uma resposta ética e cheia de um tom politicamente correto, mas se analisarmos a fundo a questão veremos que na verdade os famosos “desejos de consumo” nada mais são do que sonhos de conquistar status baseados em um certo “tantinho” de inveja que nutrimos por determinado vizinho, amigo, familiar, etc. Ficou surpreso? Calma, você sabe bem do que estamos falando, e pra confirmar isso segue nossa Dica de Filme para este mês, onde você poderá constatar e refletir sobre o quanto o mercado pode “manipular” nossas ações e compras utilizando-se da busca pelo status e desejos de consumo.


SINOPSE DO FILME

Título: Amor por Contrato.
Nome Original: The Joneses
Ano: 2010
Elenco: Amber Heard, David Duchovny, Demi Moore, Ben Hollingsworth.
Direção: Derrick Borte
Duração: 90 minutos
Gênero: Drama

Os Jones formam uma família aparentemente perfeita. Tanto Steve (David Duchovny) e sua esposa Kate (Demi Moore), quanto seus filhos Mick (Ben Hollingsworth) e Jenn (Amber Heard) são bonitos, populares e confiantes. Além disso, a casa dos Jones é luxuosa e repleta de aparelhos de ponta. Esta situação de “vida perfeita” começa a provocar a inveja dos vizinhos, especialmente em Larry (Gary Cole) e Summer Symonds (Glenne Headly). Só que este é exatamente o sentimento que os Jones desejam causar, pois na verdade eles não formam uma família de fato, mas sim são funcionários da empresa Lifelmage. Os Jones são a mais nova estratégia de marketing da empresa, que resolveu inserir famílias em mercados de luxo de forma a dar vida aos seus produtos. Ou seja, dar visibilidade de forma que as pessoas que convivam com esta família desejem ter estes produtos.



Em resumo, Amor por Contrato traz uma critica a sociedade consumista dos tempos modernos e abre uma discussão muito interessante sobre o quanto nós, consumidores, buscamos status e felicidade através da construção de uma “vida perfeita” por meio de bens de consumo como carros, roupas, celulares, etc. Durante o filme a principal estratégia de marketing utilizada pela empresa LifeImage é justamente explorar o sentimento de inveja presente no círculo de amizades da família, com o objetivo de atingir novos consumidores sem parecer uma ação comercial. Este tipo de ação aparentemente tão antiética e inescrupulosa destacada no filme é mais comum do que pensamos, guardadas as devidas proporções. Pense bem, quantas vezes em nosso dia a dia somos expostos a celebridades, atores, atletas, novelas, reality shows, entre outros que de uma forma aparentemente “não comercial” nos apresentam produtos que constituem parte de sua “vida perfeita”. É evidente que todos nós almejamos ter uma vida confortável com todos nossos desejos de consumo, pois infelizmente essa filosofia faz parte de nossa cultura capitalista que nos faz acreditar que a felicidade esta em tudo o que adquirimos e não apenas no que realmente somos. Esse tipo de pensamento acaba fazendo com que jamais estejamos satisfeitos com nossos bens materiais, pois sempre haverá algo mais moderno e melhor que ainda não possuímos. Esta questão fica clara no filme quando o vizinho de Steve tenta a todas as custas superar suas compras, desde eletrodomésticos até carros, o que causa uma imensa sensação de frustração no mesmo ao ver que não consegue superar Steve, visto que a cada dia ele surge com uma novidade mais moderna e principalmente mais cara oferecida como estratégia de sua empresa. Este é o mais puro exemplo da utilização da inveja como estratégia de marketing.

Apesar de Amor por Contrato produzir um grande exemplo de ações polemicas desenvolvidas como estratégias comerciais pelas empresas, o filme também apresenta um ponto positivo dos planos de marketing, mostrando a importância de uma boa rede de contatos, além da implantação de ações no marketing de rede. Em certo momento da trama, as vendas de Steve estão em baixa, a solução que ele encontra é expandir sua área de atuação utilizando seu networking dentro do clube de golfe, o que faz suas vendas alavancarem, construindo uma ação através do marketing de rede, o que lhe rende boas vendas sem nenhum esforço, visto que seus “amigos” acabam fazendo todo o trabalho de vendedores sem perceber. 

Por fim, o filme retrata a situação onde o vizinho de Steve se encontra em uma situação muito comum a todos aqueles que buscam a felicidade nos bens de consumo, a inadimplência. Após tantas compras realizadas somente para competir com Steve, ele se depara com uma situação financeira irreversível, onde as contas se acumulam, e ele tem só um objetivo, continuar mantendo a aparência de vida perfeita, consumindo produtos que agreguem valor a sua imagem pessoal e reforcem seu status perante a sociedade, fato este tão comum nos dias atuais.

Em geral, Amor por Contrato nos apresenta uma diversidade de reflexões que vão desde estratégias comerciais e de marketing polêmicas, até a forma com que o mercado e a mídia manipulam o consumir e seus desejos de consumo dia após dia. Contudo, o filme é uma ótima dica pra refletirmos sobre quem somos e quem aparentamos ser! 


E a pergunta que fica é: Será que a felicidade esta em quem somos ou no que precisamos ter pra ser feliz?
Vale refletir...


Um Grande Abraço e Boa Reflexão!



E-mail / Skype: leandro.2ts@hotmail.com
Twitter: @leo2ts

#2TS
 “Os Sonhos nos Motivam, mas são as Idéias que nos Movem”
Deixe seu comentário a respeito do post publicado, sua opinião é muito importante para oferecermos um conteúdo com cada vez mais qualidade e relevância ao seu dia a dia.