Visualizações de página do mês passado

terça-feira, 1 de julho de 2014

#PRAREFLETIR O que eu vi... E não gostei da Copa!




Caro leitor,


Sinceramente, fui um daqueles que por muito tempo não acreditava que conseguiríamos organizar uma grande Copa do Mundo. Não vou discutir aqui a “importância” de sermos sede de uma Copa ao invés de construir hospitais, essa discussão já passou. Hoje, com a Copa em andamento fico feliz em ver que temos estádios modernos, que nenhuma seleção foi sequestrada, que os turistas tem se divertido e estão sendo muito bem recebidos por nosso simpático povo, etc... Além disso, esta Copa já é considerada por muitos como a melhor dos últimos anos, visto o excelente nível técnico que temos encontrado em vários jogos desde a primeira rodada, ou seja, a Copa é um sucesso! 

Porém, um dos fatores que eu mais tinha a certeza que seria um sucesso acabou me frustrando e na minha opinião se tornou o grande ponto negativo desta Copa, acreditem, nossa torcida!

Desde a abertura da Copa, que dispensa comentários, visto que (na minha opinião) poderia ser melhor desenvolvida por qualquer escola primária, a torcida já vem cometendo suas gafes. Antes mesmo da bola rolar no jogo entre Brasil e Croácia, na Arena São Paulo, a torcida já presenteava o Mundo com um belo exemplo de desrespeito e falta de educação, emitindo uma sonora vaia e xingamentos a nossa presidenta. Concordo que minha vontade também era de fazer parte deste coro, mas sinceramente, não era a hora e muito menos o lugar disso ser feito! Que tal em Outubro durante as eleições?

Depois desta deprimente abertura, a torcida continuou a fazer ou não fazer nos jogos da seleção. Sempre com mesmo tradicional e cansativo “Eu Sou Brasileiro, com muito orgulho... e blá blá blá” que é um cântico de ginásio de vôlei dos anos 90, a torcida tentava empurrar a seleção rumo a vitória como a torcida de um jogo de tênis apoia seu atleta favorito. Era visível que boa parte, vejam bem, BOA PARTE (não todos), os torcedores que estavam nos estádios nunca ou quase nunca pisavam em um estádio, ou seja, não tinham o menor senso de como torcer e incentivar um time em um momento tão importante. Às vezes tinha a impressão que estava assistindo um jogo de tênis em Wimbledon! Faltava vibração, faltava motivação, e nem vou me reter a discutir que não tem musica nova, afinal de contas, não estamos disputando uma vaga no SuperStar.

Pra fechar, no ultimo jogo de nossa seleção, no duelo contra o Chile, mais uma vez a torcida deu um exemplo de falta de educação. Durante o hino chileno, a torcida fez igual aos brasileiros, e seguiu o hino à capela depois do instrumental ter se encerrado. Ao invés de nossa torcida respeitar o momento, emitiu uma enorme e ensurdecedora vaia, isso mesmo, vaia durante o hino de nossos “visitantes”. Sinceramente, essa é a imagem que queremos transmitir ao Mundo? 

Estamos mostrando ao Mundo que somos o país do futebol, da alegria, da simpatia, do samba, mas nem perto o da educação e respeito.


Torço para que de agora em diante mudemos esse comportamento e possamos dar grandes exemplos de como o brasileiro sabe fazer uma grande festa!




Um Grande Abraço e Boa Torcida!





E-mail / Skype: leandro.2ts@hotmail.com
Twitter: @leo2ts

#2TS
 “Os Sonhos nos Motivam, mas são as Idéias que nos Movem”
Deixe seu comentário a respeito do post publicado, sua opinião é muito importante para oferecermos um conteúdo com cada vez mais qualidade e relevância ao seu dia a dia.