Visualizações de página do mês passado

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

#CURTI Brincadeira de Gente Grande – O Mercado de Games no Brasil.





Caro leitor,



Parafraseando um famoso personagem de nossa recente história política: “Nunca antes na história desse país” o Brasil esteve tão em evidencia dentro do mercado de Games. Segundo o novo relatório da agencia NewZoo, em breve, nosso país será o maior mercado de Games da América Latina.

Não é de hoje que temos essa sensação de que brasileiro adora jogar videogame, mas o que para muitos era uma brincadeira de final de semana, se tornou em pouco tempo um negócio bilionário, e sonho de consumo para muitos profissionais que veem nessa área a realização de um sonho de criança... Vai dizer que você nunca quis trabalhar “jogando” videogame? Esses apaixonados de ontem, podem ser vistos como os empreendedores de hoje, ou ainda como os principais consumidores deste mercado que pretende faturar um valor estimado em 1,3 bilhão aqui no Brasil em 2014. Confirmando-se essa expectativa de mercado, o Brasil ficará em 11° lugar no ranking mundial deste segmento.

O líder deste ranking mundial produzido pela agencia NewZoo ainda fica nas mãos dos norte-americanos, com um faturamento previsto em US$ 20,4 bilhões. Os Estados Unidos são seguidos neste ranking por China (US$ 17,8 bi), Japão (US$ 12,2 bi) e Alemanha (US$ 3,5 bi). Os dados deste estudo foram obtidos por meio de pesquisas de mercado com consumidores, dados financeiros divulgados por empresas do setor e outros aspectos, sem levar em consideração impostos, venda de hardware e pirataria.

A China ocupando a vice-liderança neste ranking quebra o conceito de que o principal eixo de desenvolvimento e vendas de games para consoles (Estados Unidos, Europa e Japão) estaria consolidado na liderança. O mercado de games do país asiático está concentrado principalmente nas experiências gratuitas para PC, e só recentemente começou a abrir seu mercado para as fabricantes de consoles.

Falando em pirataria, este é sem duvidas o principal fator que “maquia” de forma negativa os números dos brasileiros no setor dos games. Devido o alto valor de impostos cobrados em nosso país, o processo de aquisição de jogos e consoles se torna de custo muito elevado, fazendo com que uma grande parcela da sociedade busque alternativas na pirataria, fato este comum também em outros segmentos de mercado. No Brasil ainda é muito caro comprar e manter um videogame de ultima geração dento dos padrões legas, em muitos casos, os jogos e consoles acabam sendo importados por amigos e conhecidos que em viagem ao exterior conseguem adquirir os itens e revender para sua família e amigos. Infelizmente, esse é o reflexo de um país que deixa de ganhar dinheiro, por querer ganhar muito dinheiro com impostos cobrados excessivamente.

Mesmo com este imenso obstáculo, o mercado de games no Brasil não pára de crescer, e os números já puderam confirmar isso. Depois de um período de baixa no inicio dos anos 200, hoje nosso mercado interno conta com a presença oficial de distribuidores como Ubisoft, Konami e Capcom, além da divisão de Xbox da Microsoft e de Playstation da Sony.

Além da imensa fatia de consumidores brasileiros que são apaixonados por videogames e estão sempre em busca de novidades e novas tecnologias, existe a fatia de profissionais que encontraram nessa área antes tão “marginalizada”, a oportunidade para conciliar satisfação com sucesso profissional. Aos poucos, os brasileiros começam a investir neste mundo, e saindo do âmbito de apenas ficar do lado de cá da tela, começam a fazer parte do próprio jogo, com profissionais e empresas especializadas na criação e desenvolvimento de jogos, uma área com imenso potencial de crescimento e que promete muito para o futuro.

A paixão dos brasileiros por videogame é tão grande, que a partir desta semana terá inicio mais uma edição da Brasil Game Show (BGS), considerada a maior Feira de jogos eletrônicos da América Latina, contando com a presença das maiores empresas de games do mundo. Segundo informações dos organizadores do evento, serão mais de 180 empresas participando do evento, o que torna a BGS um dos principais eventos do segmento.

O evento que será realizado entre os dias 08 e 12 de outubro, no Expo Center Norte, em São Paulo, foi escolhido pelos desenvolvedores, produtoras e distribuidoras para apresentar ao público os principais jogos e lançamentos do ano, incluindo a realização de coletivas e campeonatos. Neste ano o evento parte para sua 7ª edição e espera por um público em torno de 250 mil visitantes.

Só pra se ter uma ideia do tamanho e importância deste evento no cenário brasileiro de games, na 6ª edição, em 2013, o evento atraiu mais de 150 mil visitantes. Ao todo foram apresentados mais de 100 lançamentos, incluindo jogos, consoles, acessórios e outros produtos do segmento. Números estes que deixam evidente o tamanho de nosso atual mercado, e o quanto ele ainda pode crescer.


Definitivamente, essa não é mais uma brincadeira de crianças...


Se você é um apaixonado por videogame, ou gosta de conhecer novas tecnologias, vale a pena marcar presença na Brasil Game Show deste ano. Acesse o site do evento e confira mais informações a respeito desta grande Feira:


Site da Feira: www.brasilgameshow.com.br/


 

Um Grande Abraço e Bom Jogo!



Fonte: http://info.abril.com.br/games/noticias/2014/06/pesquisa-brasil-sera-o-maior-em-games-na-america-latina-em-2014.shtml



E-mail / Skype: leandro.2ts@hotmail.com
Twitter: @leo2ts
#2TS
 “Os Sonhos nos Motivam, mas são as Ideias que nos Movem”.
Deixe seu comentário a respeito do post publicado, sua opinião é muito importante para oferecermos um conteúdo com cada vez mais qualidade e relevância ao seu dia a dia.