Visualizações de página do mês passado

sábado, 29 de novembro de 2014

#LUTO Obrigado, Chaves!




Caro leitor,


Gostaria muito de ter feito esta homenagem quando Roberto Bolaños ainda estava entre nós, fisicamente falando, infelizmente, pela correria do dia a dia acabamos não nos dando a devida consciência de que pessoas tão importantes em nossa vida podem não estar mais por aqui no dia seguinte.

É, caros amigos, não há sentimento que explique a tristeza e lágrima que escorre dos nossos rostos quando dá noticia da morte do genial Bolaños, o criador de tantos personagens fantásticos, entre eles o seu mais conhecido e amado, o Chaves.

Diferente do que acontece com todos os posts que crio para este blog, onde o objetivo é levar conhecimento, opiniões e informações aos nossos leitores, esse post tem um só objetivo, homenagear alguém que fez parte da minha infância e de tantas outras crianças que hoje são adultas e também choraram a perda de um ídolo.

Não consigo explicar o sentimento de perder alguém que nem conhecia, que estava “distante” da TV a tanto tempo, mas que nunca deixou de estar presente em nossas vidas, como se fosse um amigo muito especial. Esse foi o sentimento que tive ontem ao saber da morte de Bolaños, foi realmente como se um grande amigo de infância tivesse partido.

Hoje passei boa parte do dia assistindo aos episódios de Chaves e Chapolin e me divertindo com as piadas rápidas, bem humoradas e tão ricas quanto a criatividade de seu criador, isso não tem preço, como também não tem preço relembrar de momentos da infância que pareciam ser acompanhados por esse grande amigo. Não há como descrever tantas características e ingredientes que fazem de Chaves e Chapolin um sucesso até os dias de hoje. Talvez, a fórmula para o sucesso seja justamente não procurar fórmula, e apostar naquilo que sempre dá certo, a simplicidade do sorriso fácil de uma criança.

Sem grandes tecnologias ou piadas “inteligentes” que são moda nas séries vistas como engraçadas e modernas nos dias de hoje, Bolaños conseguiu criar um mundo mágico onde uma simples e comum Vila era praticamente o quintal de cada um de nós, onde nos divertíamos com Chaves e sua turma como nossos grandes amigos. É amigos, alguém muito especial se foi...

Se foi, mas deixou para todos nós uma vida de exemplos de como a vida pode ser feliz mesmo nos momentos mais complicados. Enfim, o sentimento é único, uma tristeza e saudade que não tem tamanho... 



Apesar das muitas merecidas homenagens que virão pela frente, não poderia deixar de fazer aqui a minha homenagem para um grande amigo que acabou de partir e nos deixar meio órfãos do bom humor e genialidade.

Obrigado, Chaves!
Uma geração inteira agradece pelas risadas, lições, frases, momentos inesquecíveis e lembranças de uma vida onde a maior riqueza é ter amigos e ser simples, como a felicidade que você nos ofereceu ao longo de sua vida.

Adeus, Chaves!
O gênio se vai, mas deixa seus imortais personagens para todo o sempre!






E-mail / Skype:
Twitter: @leo2ts

#2TS
 “Os Sonhos nos Motivam, mas são as Idéias que nos Movem”
Deixe seu comentário a respeito do post publicado, sua opinião é muito importante para oferecermos um conteúdo com cada vez mais qualidade e relevância ao seu dia a dia.