Visualizações de página do mês passado

segunda-feira, 8 de junho de 2015

#CURTI2TS O Polêmico Dia dos Namorados de O Boticário








Caro leitor,


O Mundo mudou, a sociedade evoluiu, as novas tecnologias nos fizeram mudar alguns de nossos hábitos mais comuns, e mesmo assim, continuamos “travados” e intolerantes quando o assunto é quebrar paradigmas e preconceitos, principalmente aqueles relacionados com a sexualidade.

O perfeito retrato deste cenário é a enorme polêmica criada em torno da campanha de Dia dos Namorados do Boticário, onde a propaganda apresenta diferentes tipos de casais, heterossexuais e homossexuais, trocando presentes em comemoração à data. Poucos minutos após sua primeira exibição na televisão, a campanha foi responsável por uma verdadeira batalha com discussões acaloradas nas Redes Sociais sobre o bom senso ou falta dele no anúncio. Em pouco tempo o comercial virou alvo de diversos protestos e ameaças de boicote à marca por consumidores que se sentiram “ofendidos e desrespeitados” pela propaganda veiculada.

Segundo matéria publicada no site Globo.com, o Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária) informou no último dia 02/06 que abriu um processo para julgar a propaganda após receber mais de 20 reclamações de consumidores que consideraram a peça “desrespeitosa à sociedade e à família”. Até o momento não foi divulgada a data para o julgamento.

Procurada pelo site Globo.com, O Boticário esclareceu que acredita na beleza das relações, presente em toda sua comunicação. Segundo a marca, a proposta da campanha “Casais”, é abordar, com respeito e sensibilidade, a ressonância atual sobre as mais diferentes formas de amor, independentemente de idade, raça, gênero ou orientação sexual, representadas pelo prazer em presentear a pessoa amada no Dia dos Namorados. O Boticário reitera, ainda, que valoriza a tolerância e respeita a diversidade de escolhas e pontos de vistas.

Segundo informação do Conar publicada no site Globo.com, a abertura do processo para julgar o comercial não impede que a propaganda continue a ser veiculada. Em geral, o Conar costuma ser cauteloso em casos envolvendo questões morais e o código de autorregulamentação publicitária veda qualquer tipo de preconceito. A previsão é que o caso seja julgado pelo conselho de ética do Conar em até 45 dias.
Caro leitor, com tanto barulho, vejo que a pergunta mais importante a se fazer neste momento é: Será que é pra TUDO isso?

Sinceramente, a repentina explosão de opiniões defendendo os tais “Valores Familiares” e criminalizando a campanha de O Boticário, mostra como ainda somos uma sociedade retrograda, hipócrita, repleta de paradigmas e preconceitos dos mais diversos. Entendo que muitas pessoas não concordem com a abordagem da campanha, pois não desejam transmitir esses “valores” para os filhos, por exemplo... Mas, será que não estamos nos preocupando demais com esses valores e nos esquecendo de outros até mais importantes?

Além do mais, não acredito que uma campanha publicitária tenha o poder de definir a opção sexual de qualquer pessoa, mesmo sendo um criança ou adolescente. E também não vejo a campanha “incitar” de forma alguma qualquer tipo de movimento pró homossexualidade, mas simplesmente retratar de forma delicada, carinhosa e leve um ato de amor e companheirismo por quem a gente ama, com extremo respeito ás escolhas de seus consumidores.

Não será um comercial que vai construir sua personalidade ou caráter, ou o que seriamos depois de assistir a tantos comerciais de cerveja?

Enfim, como publicitário que sou, vejo de forma muito triste todo esse boicote e recriminação a campanha de Dia dos Namorados do O Boticário. Aqui no blog mesmo já critiquei por diversas vezes a ausência das empresas no mercado LGBTS, sendo esta uma importante fatia de um potencial mercado de consumo em diversos segmentos. As marcas ainda pecam na comunicação com este público, e quando acertam, a sociedade “Família Brasileira” causa tanta polêmica que acaba assustando e afastando outras empresas que poderiam seguir o mesmo caminho de inovação e respeito ao consumidor.

Na opinião deste blog a campanha de Dia dos Namorados de O Boticário foi criativa, sensível, romântica, e não teve a intenção de desrespeitar nenhum consumidor. Aliás, considero este anúncio até bem leve em comparação com todo o conteúdo violento, fútil e deplorável que temos visto em novelas, filmes, músicas, reality shows, noticiários, desenhos animados, etc...


Estes sim podem ser um problema para os nossos valores e para a tal Família Brasileira! 



Assista a Propaganda e deixe sua opinião:






Um Grande Abraço e Seja Livre pra Ser Feliz!




E-mail / Skype: leandro.2ts@hotmail.com
Twitter: @leo2ts
WhatsApp: 97972 6590
#2TS
 “Os Sonhos nos Motivam, mas são as Idéias que nos Movem”.
Deixe seu comentário a respeito do post publicado, sua opinião é muito importante para que possamos oferecer  um conteúdo cada vez mais interessante para o seu dia a dia.